05 setembro, 2019

#3 A vegetarian on vacation

Este ano, voltamos a fazer as malas e aventuramos em acampar para o país vizinho - Espanha, mais propriamente para Grove

Escolhemos um parque de campismo mesmo juntinho à praia, aliás até tinha acesso direito para lá, melhor impossível, chamava-se Camping Muiñeira.


Fomos para Grove no dia 25 e regressamos dia 30 de agosto, foram 6 dias de muita praia e tinto de verano.

O Camping Muiñeira, tinha dois parques de campismo: norte e sul e optamos por ficar no sul, assim a distancia para a praia era curta manias.

Não gostei muito do espaço reservado para as tendas, eram muito pequenas e ficávamos muito perto de um dos outros. Imagina, conseguia ouvir o do vizinho do lado a ressonar!!
Também não gostei muito do atendimento da recção, lá porque não falo espanhol, não precisam de ser rudes e responder de maneira mais brusca. Só foram mais simpáticos, na hora de pagar.

Fora isso, as condições do parque até eram boas, sempre tudo limpinho. Naquela zona, o que não faltam são parques de campismo. Só escolhemos este, porque tinhamos uma vista fantástica para o mar e o acesso à praia era mesmo alí.



Os pequenos-almoços e almoços eram por nossa conta, íamos ao supermercado comprar a merenda para passar os dias na praia, até aqui tudo bem.

O pior foi mesmo encontrar restaurante decentes que tivessem alguma opção vegetariana, ou então algo que pudesse comer. Efectivamente, Espanha e vegetarianos não são uma combinação fácil!!!

Na terra de touradas e zona de marisco comer em restaurantes que vendem comida local, não foi fácil a escolha. Quase todos pratos tinham jamón ou algum peixe. Juro por Deus, pensava que iria passar os dias a comer patatas bravas

Seixeliño (fica perto do parque de campismo) – têm pratos vegetarianos.
Pedi uma parilhada de verduras e patata ali oli. Gostei do aspecto dele, não era fã de alguns vegetais, mas deu para comer a maior parte. Com este prato, veio uma taça com molho de tomate e por cima queijo parmesão. Em Espanha usa-se muito o molho ali oli, que é uma especie de maionese com sabor a alho.
Têm que reservar mesa.



A Cova do Transo (fica nas ruas das tabernas - Rua Jaime Sola) – têm pratos vegetarianos.
Gostamos tanto do sítio que acabamos por jantar lá duas vezes (não seguidas). Mas eu repeti o prato, porque estava realmente muito bom. Pedi umas tostas de queso de cabra com contifuras y aliño. 
Torradas com doce de tomate, queijo de cabra e nozes. Uma combinação deliciosa!


Das duas vezes que lá fomos, sentávamos para beber um copito de tinto de verano, onde nos serviram umas tostas com tortilha espanhola e claro, tinha jamón! Obvio que não deixei de as comer, não comi o jamón, andei a tirar com o palito. 
Têm que ir cedo, para conseguir uma mesa.

Gostamos tanto do ambiente do centro de Grove, que passamos a jantar lá os restos dos dias.

Taberna Ferriños – só tinham duas opções vegetarianas.
Este também foi um restaurante que gostamos muito e também jantámos por lá duas vezes. Na primeira ida, perguntei à empregada o que eram setas empanadas com ali-oil. Eram cogumelos empanadas e souberam-me pela vida!!! Pedi também uma salada acompanhar. Gostei muito, não consegui perceber que tipo de cogumelos eram, mas gostei imenso. Até o meu namorado que não gosta de cogumelos, gostou (achou que estava a comer frango). 



Numa segunda ida, tive que provar a típica tortilha espanhola. Fiquei satisfeita com ela de tão boa que estava. É uma omelete feito de ovos, com pedaços de batata. 


Tapería Tortillería (fica nas ruas das tabernas - Rua Jaime Sola) - tinham opções vegetarianas.
Pedi uma tortilha vegetal. Gostei tanto da tortilha do outro restuartante que tive que provar esta, mas com legumes. Não fiquei desiludida, novamente muito saborosa.
Nem sei, qual é que gostei mais. 
Têm que ir cedo, para conseguir uma mesa.


Como podem ver, as opções vegetarianas não eram muitas e não tinham grandes variedades de pratos, daí ter que repetir alguns. E como eles comem tapas, não são bem considerados pratos, são petiscos.

Acho que tive imensa sorte, no destino de férias... Em último recurso, teria que comer ensalada LTC, significa salada de alface, tomate e cebola, só que não!
0 Comentários

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo comentário! Responderei logo que possível, no vosso blog.
Thanks for your comment! I will get back to you as soon as possible, on your blog.