14 novembro, 2018

#2 A vegetarian on vacation

Este ano não fui acampar, decidi fazer um road trip..
E durante 15 dias tive visitas que adoram comida portuguesa...

E agora? 
Foto da Unsplash autoria de Erik Odiin


Os meus amigos compreenderam e respeitaram o meu estilo de vida. Eles até já optam por fazer refeições vegetarianas 1/2 vezes por semana.

Em Braga opções vegetarianas não faltam!
Obviamente que não os ia levar a um restaurante vegetariano, sabendo que eles e meu namorado queriam comer carne/peixe. Houve jantares em casa e na casa dos meus pais.

Frigideiras do Cantinho - conhecido pela "frigideira" um salgado de massa folhada de carne. Sem saber, fomos até lá e por acaso, tinham uma versão vegetariana, era muito saborosa, gostei muito!!

Lado B - é o meu restaurante favorito de "fast food" de Braga. Tem uma diversidade de menu para vegetarianos/vegans: desde francesinhas, hamburgers, tostas etc. 

Splash Pizza - um espaço muito acolhedor, as pizzas são artesanais e muito boas. Quando lá fomos, dividiu-se uma clássica Margarita entre os 3, mas há opção vegetariana

Tasca da Natacha's - não têm opções vegetarianas!
Têm que reservar mesa e fica num sitio escondido (perto do Spirito - numa rua estreita).
Fomos pelas classificações do Tripadvisor . É um local de tapas e petiscos. Pedi cogumelos salteados e uma salada recheada.


Joshua's Shoarma Grill - é sempre uma boa opção (quando vou ao shopping), tem sempre um excelente menu para vegetarianos. É um restaurante para todos os gostos: "temos óptimos pratos de carne e somos conhecidos pela Pita Shoarma." Podem ver os menus aqui.

Wok to walk - para quem é amante de massas orientais, eis uma boa opção. Gosto variar sempre a base e o que é mais difícil de escolher (na minha opinião) são mesmo os molhos. Podem ver os menus aqui. 

Hamburgueria DeGema - são hambúrgueres artesanais, os meus amigos adoram e o meu namorado é fã. Têm opções vegetarianas, mas eu não sou fã, odeio mesmo. E já provei ambas: Fino como um alho e Braga por um canudo- podem ver a lista aqui.

Terminal Coimbra - são conhecidos pelos seus hambúrgueres artesanais em bolo do caco (é um pão de trigo típico da Madeira) assim como as batata frita doces acompanhar. Eu adoro comer o hamburger vegetariano - Fora da bouça! Podem ver os menus aqui.

O nosso road trip:

Inicialmente planeamos passar os 15 dias na estrada, conhecer um pouco de Portugal. Só que estava tanto calor! Só se estava bem no Gerês.
Então, resolvemos apenas dedicar 5 dias ao road trip e chegou perfeitamente. Os meus amigos até foram para a capital (tiveram lá dois dias) e então nós (eu, o meu namorado e minha irmã) apanhamo-los em Lisboa e seguiu-se caminho. 

O que visitamos a caminho de Lisboa:

Nós (os três), atravessamos o pinhal de Leiria (vimos a triste realidade daquele pinhal ardido), fomos até ao forte da Nazaré (wow! não imaginava aquele cenário/altura), visitou-se também o lindíssimo Mosteiro de Alcobaça e ainda deu tempo para ir às Grutas de Mira de Aire.
Em Nazaré, almoçamos no Mad. Um restaurante que fica a beira mar, com um ambiente acolhedor. A opção vegetariana - era um dos pratos do dia!


Dormimos em Fátima, no Hotel Cova de Iria e jantamos no Rei Arthur Café Bistrô - um restaurante brasileiro. Logo, havia opção vegetariana. Então escolhi um hamburger vegetariano, acompanhado com batata frita rustico.

Assim que fomos buscar nossos amigos, partimos para a praia, destino: Portinho da Arrábida, almoçamos no O Zeca - para mim, foi a pior refeição que tive durante as férias. Escolhi um prato leve - uma salada. Podia ter bom aspecto, mas não era nada de saboroso e ainda tinha queijo de cabra (odeio).


Passamos um belo dia de praia, não vi animais selvagens. A única coisa de má são as viagens, fica muito longe da estrada principal e não se pode ir de carro, só a pé. Há transportes grátis, mas vão todos cheios.

Next stop: Sintra. Ficamos a dormir na Yellow cat house e jantamos por casa. No dia seguinte, fomos visitar Sintra (é tão bonito!!) e almoçamos no Porto dos Sentidos  serviram-me um delicioso almoço!



Dormimos em Óbidos na D Amélia e jantamos na Tasca Torta, não tinham opções vegetarianas.
Reservamos uma mesa ao último minuto e jantei uma omelete de legumes. 

Durante o dia, foi para explorar a vila de Óbidos e almoçou-se numa pasteleira, optei por a sopa do dia e uma torrada. Final de almoço, seguimos rumo até Aveiro.

Como chegamos à tardinha, visitou-se a cidade por alto e jantou-se no primeiro restaurante que apareceu à frente: À Portuguesa, tinha uma boa apresentação, mas muitas más classificações no Tripadvisor (só vimos isso quando estávamos sentados à mesa ups!). Eu não posso queixar do meu jantar, fui bem servida: massa tagliatelle com cogumelos. Penso que no menu, não fala em pratos vegetarianos, mas mais à frente há um restuarante vegetariano: Restaurante Musgo.
Alguamos a casa A Logde In Blue.

Último destino: Porto - almoçamos à beira rio, no Douro Velho. Pedi uma belíssima massa de legumes grelhados. Acho que era o único da zona que tinha opções vegetarianas. Passou-se a tarde a passear pelo Porto.

Para quase todos restuarantes que fomos, primeiro confirmava no tripadvisor se tinha opção vegetariana. A coisa até não correu mal, tirando a do Zeca e a Tasca Torta. 

 De um modo geral, correu tudo bem e divertimos acima de tudo. 
Foram umas férias non stop.
3 Comentários

3 comentários:

  1. Adorava ter ido à Nazaré! Em relação à Arrábida (minha zona) é normal que não tenhas vistos animais selvagens uma vez que eles evitam as pessoas, especialmente nessa altura. É mais comum vê-los durante o inverno.

    Beijinhos,
    www.yellowrain.pt

    ResponderEliminar
  2. Realmente o prato do Zeca, parece a salada lá de casa atirada para um prato!!!

    Tirando isso parecem ter sido uns dias fantásticos!!!

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário! Responderei logo que possível, no vosso blog.
Thanks for your comment! I will get back to you as soon as possible, on your blog.